Riot Brasil e Riot Central - uma visão de quem já trabalhou nas duas.

Fala, pessoal! Alguns devem lembrar de mim, outros provavelmente não fazem ideia de quem eu seja. Pra dar um pouco de contexto, eu sou o Luqi! Comecei trampando no time do Brasil na equipe de comunidade. Meu trampo meio que se voltou pra comunicação ao longo dos anos e parte do que eu fiz foi tentar reduzir o espaço entre comunicações em inglês sobre o jogo (game design, principalmente) pro português. Por trampar muito perto da galera daqui dos EUA, em trocas de conhecimento e tudo mais, surgiu uma oportunidade pra eu vir pra cá ajudar o time central a comunicar sobre o jogo num geral (pra todas as línguas) e desde então eu tô aqui nos EUA. Isso faz +- 1 ano. Visitando o fórum, e não é de hoje, eu vejo quantos comparativos vocês traçam com "ahhh mas a Riot BR isso, a Riot NA aquilo" e acho que eu tenho propriedade o suficiente pra falar uma coisa: A Riot é uma empresa só. Não existe distinção entre NA ou Brasil. Aliás, existe sim, mas essa distinção é feita pra oferecer uma experiência única pra cada região. No Brasil, a equipe está focada em, além de oferecer tudo que League está produzindo num geral pro mundo inteiro, uma experiência ÚNICA pros jogadores brasileiros. E não é só pros Brasileiros. É pros turcos, coreanos, pra galera de LAS, pra galera de LAN e por aí vai. É por isso que temos escritórios em cada região ao invés de só jogar um servidor. Quando você tem equipes regionais que focam em fazer a experiência regional de cada jogador boa, você tem vários fatores impactantes. Acessibilidade ao jogo, entendimento do jogo e um milhão de outras coisas. A Riot, no Brasil, foca em oferecer esse serviço e inclusive ter discussões sobre isso aqui. A única diferença de um Rioter no Brasil e nos Estados Unidos é o acesso a linguagem do jogador. Sim cara, o Reddit é uma ferramenta que Rioters acessam e comentam em, afinal de contas, 99.9% da empresa fala inglês, e provavelmente 80% tem inglês como sua língua primária. Isso não significa que os Rioters daqui não fazem um bom trabalho em direcionar feedback do que rola aqui pra fora. Rioters (do Brasil, inclusive) tem muita visibilidade sobre o que está por vir e quando está por vir, provendo feedback pros desenvolvedores 100% do tempo de como cada região se sente ou pode se sentir em relação a cada produto. Isso é muito fácil de se resolver em alguns casos, principalmente em produtos que tem um ciclo de desenvolvimento maior ou o feedback é mais simples de ser traduzido e agido em cima de. Skins são um ótimo exemplo disso, quando uma skin vai pro PBE e vocês daqui do fórum apontam algo que incomoda vocês, esse feedback é levado pra galera que faz isso e, muitas vezes, está a par do que tá rolando no resto do mundo. Quando você tem balanceamento por exemplo, onde os ciclos de produção são super rápidos (de 2 em 2 semanas) e você precisa de pessoas que entendem muito do jogo tanto na parte da comunidade, onde surge a discussão, quanto no receptor do Brasil (Rioter) e então fazer essa tradução, com fuso-horários diferentes, acaba entrando num ciclo em que o feedback é menos acionável. O que não significa que esse feedback não esteja sendo passado adiante. O TL;DR é: A Riot é Riot em qualquer lugar do mundo. Barreiras de linguagem existem e, apesar de tudo, estamos correndo atrás de cobrir os buracos e tentar engajar com vocês da melhor maneira possível. Me corta o coração ver vocês achando que a diferença é tão discrepante assim. Esse tópico é praticamente um desabafo pessoal, e eu vou ficar por aqui tirando as dúvidas que vocês possam ter sobre o assunto (mas por conta do fuso, talvez minhas respostas demorem ou venham em horários estranhos.) Paz. *insira meme do Bob Esponja aqui*
Compartilhar
Reportar como:
Ofensivo Spam Mau comportamento Fórum incorreto
Cancelar